简体中文NederlandsEnglishFrançaisDeutschItalianoPortuguêsEspañol

Oh, Boy! Oh, Girl! Novo perfume Chanel

by

Na onda do sem gênero, Chanel é pioneira ao lançar perfume para homens pensado também para mulheres

“Boy”. O apelido de Arthur Capel, milionário inglês bon vivant que namorou e inspirou Coco Chanel (além de financiar a abertura da primeira loja dela, em Deauville, na França, em 1913) dá nome ao novo perfume da maison.

Boy

Desenvolvida por Olivier Polge, a fragrância segue a máxima que fez a fama da moda da grife: a ressignificação de peças masculinas, que ganham nova cara e atitude quando vestidas por mulheres. Pense no cardigã (um dos itens característicos do vestuário de Capel, aliás), na camisa branca, no terno… Agora leve a mesma ideia para a perfumaria.

boy

Segundo Polge, a intenção não foi criar uma fragrância unissex, mas sim, um aroma masculino que pudesse ser usado e reinterpretado por mulheres. As principais notas aromáticas da novidade misturam lavanda e um tipo específico de gerânio, o rosa, colhido em Pégomas, perto de Grasse, na Côte d’Azur, onde a Chanel cultiva outras plantas usadas em seu laboratório.

O perfume tem ainda essências de limão e grapefruit, notas de rosa, flor de laranjeira e sândalo, além de toques de baunilha e almíscar.

O “Boy Chanel” é o 17º frasco da Les Exclusifs, linha de alta perfumaria da Chanel, em que cada produto remete a uma fase icônica da vida e da carreira da criadora da maison. Entre as fragrâncias, está a “1932”, essência sofisticada inspirada no ano em que a estilista lançou sua primeira coleção de joalheria, e também a “28 La Pausa”, que teve como referência a casa de veraneio erguida por Gabrielle Chanel no sul da França em 1928.

Outro ícone da coleção? O perfume Rue Cambon, que para amantes da marca, dispensa apresentações: a rua parisiense abriga no número 31 o edifício lendário que acolhe em seus quatro andares todo o universo da maison.
A principal boutique, o salão de alta – costura, o apartamento de Coco Chanel e os estúdios de criação da grife.

Agora “Boy” vem para completar a história dos Les Exclusifs com um toque masculino – e uma dose de romantismo.
No início dos anos 1900, Coco Chanel e Arthur Capel eram o casal sensação do balneário de Deauville e, com a abertura da primeira loja, revolucionaram a moda da época (primeiro a local, depois a mundial). Em vez de vestidos com espartilhos e barras arrastando no chão, a estilista usava blusas com golas rolês feitas de malha e tricô, calças, jaquetas e cardigãs. Um hibrido dos guarda – roupas masculino e feminino, que alcança enfim o universo dos aromas.

Bom por hoje é só meus amores, espero que tenham gostado do post que preparei com muito carinho.
Não esqueçam de me seguir nas redes sociais para acompanhar as novidades em tempo real
Facebook / >Instagram / >Twitter / Google+
Beijos
Assinatura

0

Ainda não há comentários.

O que você acha?

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *