简体中文NederlandsEnglishFrançaisDeutschItalianoPortuguêsEspañol

Thássia Naves e Glade: Por quê a internet não gostou do publipost?

by

Thássia Naves e Glade fizeram uma parceria e o fruto foi o post no Instagram que você vê abaixo. Esse é o primeiro fato que quero lhe apresentar. Na legenda da foto a blogger anuncia a edição limitada de Glade e uma promoção relacionada à C&A. Até aí tudo aparentemente certo, e eu gostaria que você tirasse suas conclusões da foto e da legenda e anotasse num papelzinho ou no bloco de notas. Também anote se você faria uma publicidade como a dela. Já anotou? Então seguimos a partir daí.


Agora vamos analisar a publicação: Em primeiro lugar devemos ressaltar que existe uma hashtag informando o caráter da publicação, então não deveria haver nada de errado com o post – olhando pelo lado técnico, certo? Bem, certo. Mas o que me deixou atenta ao post não foi ele em si, foram os comentários, As pessoas encheram suas mãozinhas de pedras e jogaram sem pudor nos comentários da foto nas redes sociais, como esses prints na imagem a seguir:

Thássia Naves e Glade

Devo mencionar que não acompanho o trabalho da Thássia Naves. Questão de interesse pessoal mesmo, porém depois da pesquisa que fiz sobre ela para essa postagem descobri que ela é uma pessoa que sempre soube trabalhar bem sua pessoa pública e também balancear a vida e o trabalho.

A peça publicitária publicada por Thássia não faz parte do conceito de Inbound Marketing, que é o tipo de publicidade que geralmente fazemos em nossos blogs – um conteúdo interessante para o leitor com a propaganda embutida, aquele marketing que agrega valores e conteúdo ao produto. A peça publicitária que ela usou é apenas um marketing digital tradicional, uma mensagem limpa e direta falando do produto e no caso com uma promoção embutida. Mesma ideia de pagar uma atriz para modelar ao lado do produto. Esse pode ser o ponto errado na produção dessa campanha em específico, talvez pelo fato de ela ser uma blogger é esperado que ela desenvolva um conteúdo em cima da publicidade a ser anunciada, o que fez com que alguns fãs fossem avessos à essa publicidade em específico.

Bem, aí você é um daqueles que concorda com a maioria dos comentários sobre como ela não tem a necessidade de fazer esse tipo de publicidade. Mas por que é errado ela usar sua imagem para promover um produto? Sendo bloggers ou youtubers, nosso objetivo não é ser a representação do cliente? Nós não somos o cliente em potencial das empresas? Afinal, somos um perfil de cliente que vê o produto e tem o poder e a capacidade de responder sobre os pontos fracos e fortes do produto, mas ainda assim clientes.

Aí você me diz que jamais faria um publipost para a Glade, que seria uma decadência. E eu te pergunto: Por quê? Qual o raio do problema em fazer uma postagem publicitária de um odorizador de ambientes? Eu faria, com certeza. É um trabalho como qualquer outro, e não entendo por que só o fato de ela ser Thássia Naves vai contra ela fazer uma campanha da marca. Por que Thássia Naves e Glade não cabem na mesma campanha?

Ah, sabe qual a cereja do bolo? Eu, como pessoa antes de blogueira e editora, participo de vários clubes que me oferecem vantagens e promoções (e se você me conhece sabe que amo promoções). Um desses é o The Insiders. Você consegue imaginar a minha surpresa quando recebi um e-mail falando da possibilidade de ir ao SPFW (São Paulo Fashion Week, pra você que está fora de órbita)? Pois é, até aí era algo normal. O e-mail me falava sobre essa espécie de concurso, onde devemos postar uma foto no Instagram e usar tags, uma delas de quem? Sim, da Glade. Eu participei, sem problema nenhum. Na verdade foi por causa do e-mail que resolvi fazer esse post. E aposto que nesse momento seu dedinho está coçando para se inscrever e talvez ir parar na maior celebração de moda do país. Infelizmente a inscrição acabou na última quarta, fica pra próxima.

Agora, peço para que você volte no seu pedacinho de papel, lá no ponto onde você 1- julgou a peça publicitária e 2- escreveu se faria ou não uma publicidade igual. Se você não gostou da peça e disse que não faria, que jamais faria, ou que seria um absurdo fazer, já sabe que isso não tá certo, né? Calma, estamos todos no mesmo barco. Muita gente levou pelo lado negativo por causa da forma que a publicidade foi apresentada. Então a questão que quero levantar aqui é: Como seria a forma certa de uma blogger fazer publicidade de uma marca que não é no estilo tradicional? Existe um limite de “essa marca pode, mas aquela não”? E como podemos ultrapassar a barreira e fazer uma publicidade legal de uma marca que não é a nossa “cara”? Me respondam nos comentários.

P.S.: Essa não é uma publicidade nem da Thássia, nem da Glade. Eu só fiquei muito encucada com todo o ódio/desprezo gratuito que vi na internet contra ela. Sei que esse post foi muito grande, mas foi de coração. Beijinhos <3

0
26 Responses
  • Luciana de Andrade
    outubro 21, 2016

    Também não acompanho o trabalho dela, na verdade sou um pouco meio fora de órbita, as mais famosas são as que menos vejo. Aquela que todo mundo sabe quem é, talvez eu nem conheça.
    Entretanto, achei seu post muito bem escrito, não achei grande não, achei que foi necessário se estender e concordo plenamente com você.
    Acho que antes de ser blogueira, youtuber, somos seres pensantes e existem muitas coisas envolvidas nesse mundo que precisam ser expostas. Parabéns pelo texto, pela postura. bjs
    http://www.pilateandosonhos.com

    • Fernanda Monteiro
      outubro 21, 2016

      Muito obrigada por suas palavras. É muito importante para mim ver o ponto de vista das outras pessoas. Eu fiquei receosa de o texto ficar muito longo e as pessoas perderem o interesse. Muito obrigada também pelo feedback quanto a isso. Beijos!

  • Val Rodrigues
    outubro 21, 2016

    O grande problema das pessoas é achar que temos que fazer e agir de uma forma que não podemos mostrar que estamos sendo pagas por nada.
    Tipo vamos viver de vento!
    As pessoas são na maioria das vezes, hipócritas, pois duvido se a glade ou até o o sabão em pó Barra, sair pela rua oferecendo 30,00 reais ou até menos, duvido!!!! se TODAS AS PESSOAS NÃO TOPARIAM postar uma foto fazendo bico nas redes sociais!
    Isso se chama falta do que fazer! ai vai encher o saco de pessoas que estão somente o seu trabalho sendo ele publi post ou não.

    • Fernanda Monteiro
      outubro 21, 2016

      Pois é, era exatamente esse o ponto. As pessoas não entendem nem que isso era um trabalho e que mesmo assim é super possível que ela use o produto em casa.
      Agora fiquei imaginando essa experiência da selfie na rua, rs. Mas é, as pessoas deveriam parar de julgar tão à flor da pele.
      Beijos minha flor! :*

  • Karina Ferreira da Silva
    outubro 21, 2016

    Nossa, que post real, maravilhoso e gostoso de ler. Falou tudo o que eu pensei, acho que dispensava até esse meu comentário rs, um grande beijo meninas!!

  • Elisa Alecrin
    outubro 21, 2016

    Acho que nesse caso a questão era mesmo o como fazer. Não vi problema no fato de existir a publicidade e nem no produto que foi objeto dela, mas a forma como foi desenvolvida pode ter causado esse estranhamento do público. Soou meio grotesco e forçado. Talvez se a foto e a legenda tivessem sido pensadas de outra forma a aceitação da galera fosse um pouco melhor.

    • Fernanda Monteiro
      outubro 21, 2016

      Sim, também pensei nesse fato. Tudo pareceu ter sido feito de uma forma muito apressada, e fora do tipo de produção tradicional da Thássia. Talvez se não estivéssemos tão em cima do começo do SPFW talvez ela pudesse fazer isso com um estudo maior.

  • Lét Oliveira
    outubro 21, 2016

    Então, eu também faço parte do The Insiders, AMO o grupo e tenho tido muitas oportunidades graças e ele, aliás por meio dele me tornei uma das Top Poderosas da Garnier, recebi também a proposta para a SPFW, mas como não haveria possibilidade de viajar no momento, optei por não participar e deixar as participações para pessoas que poderão ir mesmo.
    Se eu faria um publi da Glade ? Não vejo problema nenhum, tem Glade aqui em casa, eu uso, minha mãe usa… é um produto que faz parte do meu dia-a-dia de limpeza em casa..
    Eu gosto de fazer publi do mais natural possível, agora uma blogueira ( pequena ) como eu, não geraria tanta polêmica como ela …

    Mas tirando meu foco como blogger e voltando ao meu olhar publicitário ( estou em formação ainda ), a redação e criação dessa peça está um tanto fora de contexto.
    Ela, sentada, de salto alto apenas segurando o Glade, não tá legal não…
    Não sei se uma foto dela espirrando o produto, ficaria bom, mas com certeza, mostrando uma cena ” cotidiana ” em que o produto possa ser aplicado ficaria mais razoável. Bom, é a minha opinião.

    Sei reconhecer um publi quando o vejo mesmo que a blogger tenha sido o mais natural possível, mas fica BOM MESMO, quando você vê que não foi algo forçado sabe?
    O post ficou incrível, gostei da forma como abordou o assunto.
    Bjuuus

    • Fernanda Monteiro
      outubro 21, 2016

      Primeiramente parabéns por ter entrado no team da Garnier! E também achei que pelo lado da publicidade aquela foto foi feita de modo apressado, mas nem por isso as pessoas deveriam ter dito que foi decadência da parte dela. Realmente deveria ter sido estudada uma forma melhor de apresentar. E muito obrigada pelo elogio! Agradeço pela análise que fez. Beijos!

  • anna
    outubro 21, 2016

    Se foi sinalizado com publi, não vejo problema algum. .. claro que tem gente que não tem nada a ver com o produto que anuncia, mas não podemos esquecer que se trata de negócios.

    Além disso, as pessoas falaram como se fosse feio fazer promoção de um produto feito para perfumar a casa, mas eh algo que tá super na moda. Prova disso eh a quantidade de bloggers que fazem diy desodorantes para ambientes

    • Fernanda Monteiro
      outubro 21, 2016

      Também vejo por esse lado, se estava declarado que era uma publicidade não devia haver nada de errado. Sobre isso dos DIYs de aromatizadores de ambientes, eu nem sabia sobre esse tanto, fui procurar depois de ler aqui. Muito interessante ver por esse lado também, que os aromatizadores são muito mais comuns do que as pessoas supõem. Beijos!

  • Carolina Brito
    outubro 21, 2016

    eu tb nao vi nada demais, e a promo do spfw eu vi tb , super quis participar mas ai era so entrada e sem poder ver os desfiles e eu nao tenho dinheiro pra pagar passagem e td mais tb kkkkkkkkkk Boa Sorte, se for conte como foi!
    acho q o pessoal se incomodou foi com a forma como foi feita, mas sei la ne, se duvidar se fosse de outra forma tb falariam mal kkkkk pq ela é rica e tem cara de quem nao arruma a propria casa, mas e se nao for tb? qual problema, quem arruma tb mto provavelmente usa algo do tipo, se nao for o glade, vai ser de outra marca pra deixar o ambiente perfumado e “arrumado”
    mas as pessoas esquecem q eh um trabalho como outro qualquer, q eh uma propaganda e nao um post resenha! sera q eles acham q ela so pode fazer publi de roupas e grifes da moda?!

    • Fernanda Monteiro
      outubro 21, 2016

      Carol, eu não ganhei a promoção, infelizmente! mas fiquei feliz de ver o pessoal no instagram comemorando, rs. Pois é, as pessoas pensam o quê, que só por que ela não é quem dá a faxina que ela não tenta deixar a casa mais perfumada? Acho que até ela pensa nesses pormenores. e o ponto de posts apenas de de moda e de resenhas, foi exatamente nisso que pensei! Será que acham que estamos condicionadas a ficar acoadas no nosso setor principal de mídia? Beijos!

  • Renata Pereira
    outubro 21, 2016

    Eu tenho um blog (literário), mas claro leio alguns blogs de moda, claro que conheço a Tássia, mas não costumo ler o blog / feed dela…então nunca ia saber desse bafafá em torno do publi com a glade. Mas o que será que combina? Dona de casa? Aromatizador de ambiente? acho que todo mundo usa ou já usou pelo menos uma vez na vida….sei lá, igual quando falam que a Ivete não usa Avon ou a Gisele não usa aquele xampu (esqueci até a marca)….Mas é só uma propaganda, como tantas outras.
    Sei lá, nada contra a Thássia, poxa, o povo gosta de odiar mesmo, ela informou que é publi…e pra falar a verdade nunca parei para pensar no que “pode ou não pode”, ou o que esperar dela…as vezes acho q o povo gosta mesmo é de reclamar, pq ela bomba e muita gente queria bombar também srsrsrsrs
    Abraços

    • Fernanda Monteiro
      outubro 21, 2016

      Pois é, é como se as pessoas pensassem que não cabe num mesmo mundo duas coisas ~tão diferentes~ como essas. Mas realmente, as pessoas na internet parecem ter PhD em ódio gratuito online, rs. Beijos!

  • Kate
    outubro 21, 2016

    Eu vi a campanha e achei que foi forçado a frase dela, mas guardei para mim o comentário. Depois recebi o email do Insirdes e só não participei pois não teria como ir para SP. O problema hoje em dia são os julgamentos desnecessários. Ela não fez nada de errado. Apenas o trabalho que todos sabem que ela faz e sinalizou.
    Bjo

    • Fernanda Monteiro
      outubro 21, 2016

      Ah, entendo. Mas achar que a publicidade foi forçada não é pecado. É a mesma coisa que aqueles comerciais de cabelos perfeitos que passam na tv, quase não-naturais de tão forçados, mas nem por isso menos importantes. Mas realmente, ela só fez o trabalho dela e ainda informou aos leitores. Despejar ódio e dizer que é decadência da parte dela foi completamente desnecessário da parte daquele pessoal. Beijos!

  • Debora
    outubro 22, 2016

    Oi Fernanda! Concordo que as pessoas foram um pouco rudes com a Thássia, porém acho que como Blogueiras, não devemos aceitar fazer tudo que é tipo de propaganda. Acho que os produtos que mostramos, que apresentamos ao público, têm que ter a ver conosco, com nosso dia a dia. A questão aí é que a Thássia não demonstra ser uma pessoa que cuida da casa. Pelo contrário, ela parece que tem mil pessoas fazendo tudo pra ela. Por isso o julgamento das pessoas. Conheço outras Blogueiras que recebem produtos de limpeza, mas não são julgadas pq todo mundo sabe que elas usam, pq já mostraram isso. Entende o que quero dizer? Se vc não usa o produto, pq fazer propaganda dele? Vale há pena mesmo tudo por dinheiro?
    Beijinhos!

  • Eliza Pereira
    outubro 22, 2016

    Bem, o que eu percebi é que talvez ela se “glorie” demais, mas gente todo mundo usa um perfume pra ambiente, seja aqueles liquidos ou de spray .. Qual o problema gente da mulher realmente usar Glade ??!

  • Marta Gomis - Blog Maria Babona
    outubro 22, 2016

    Sinceramente nao gi nada demais…ela como blogueira “depende” do lado comercial para seu engocio, masme ele sendo bem misturado com o pessoal. Tb sou blogueira e a unica coisa q eu acho q podemos fazer é sim “escolher” o que ser divulgado. Eu so faço os publipost quando realmente indicaria o produto, nunhum anunciante está la se eu nao recomento….acho q esse é um cuidado basico que bloggers deve ter e se ela confia na marca qual o problema?

    • Fernanda Monteiro
      outubro 24, 2016

      Eu pensei a mesma coisa! Creio que ela não tem nenhum problema com a marca, logo por que não a indicar em uma publicidade, não é mesmo? Beijos!

  • Lívia Chaves
    outubro 22, 2016

    Eu realmente amei o que escreveu e concordo com tudo.

    • Fernanda Monteiro
      outubro 24, 2016

      Oi Lívia, obrigada! É muito importante para mim ver essa aceitação, e também descobrir muitos outros pontos de vista nos quais eu nem havia pensado antes, e que apareceram aqui nos comentários. Gerou um debate muito interessante! Beijos!

  • Paulla Macedo
    outubro 25, 2016

    Não vi nada de incoerente no publi dela! Na verdade mostra algo que as pessoas não estão acostumadas a ver! Um ícone da beleza junto com produtos para casa. Muita hipocrisia das pessoas falarem mal, sendo que todas elas topariam sim, fazer um merchan pela metade do que ela recebeu!
    Ótimo post!!!

  • sara
    outubro 27, 2016

    Oi, tudo bem?!
    Olha, o maior problema das pessoas na internet é a preguiça e o falso moralismo.
    Pra quê tanta pedra, sinceramente também não entendi!

O que você acha?

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.